quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

FELIZ ANO NOVO

DICA PET: Cachorro com medo de fogos. O que fazer?


Aqui no Brasil, tudo parece ser uma desculpa para soltar fogos de artifício. Em todas as datas comemorativas e finais de campeonato, quem sofre com toda essa barulheira é o nosso cachorro.



Porque cachorro tem medo de fogos?


O cão possui audição muito sensível, podendo escutar a origem do som em até 6 centésimos de segundo e chegando a escutar até 45 mil hertz.
Então, o som dos fogos (também alarmes e trovões) pode ser uma fonte de inquietação. Inicialmente essa sensibilidade se desenvolveu ao longo da evolução, com o intuito de detectar presas e aprimorar a comunicação com outros companheiros da matilha.

Veja algumas dicas para ajudar seu cachorro nesta hora?

  • Em dias tranquilos, coloque o som de fogos para o seu cachorro ouvir e faça com que esse momento seja de brincadeira e diversão, para que ele associe o barulho a algo positivo.
  • Ficar acariciando o cachorro nesse momento não o ajuda a se ajustar ao barulho, e sim, pode estar incentivando o medo que ele está sentindo.
  • Se o seu cachorro precisa estar em seu lugarzinho seguro durante o tempo em que os fogos de artifício estão sendo soltos, deixe que ele se esconda.
  • As vezes o som da televisão ou do ventilador ajuda a abafar o barulho dos fogos lá fora.
  • Mantenha a calma e projete essa confiança para o seu cachorro. Lembre-se que os cães são peritos em linguagem corporal e vão saber se você estiver só fingindo estar calma.
  • Colocar um algodãozinho no ouvido do cachorro para que ele não escute com tanta intensidade o barulho.
  • Colocar o cão em uma guia, sem estar apertada, para que ele não fuja.
  • Conferir o portão da sua casa. Essa atitude é importante pois muitos cães, quando estão com medo no momento dos fogos, fogem.
  • Manter a coleira no seu cão, com idenficiação, assim como considerar colocar um microchip no animal.
  • Entre em contato com um homeopata para acompanhamento no tratamento de casos de ansiedade. Lembrando que nesse caso, o resultado não é imediato.
  • Sempre converse com o seu veterinário sobre o problema. Em casos extremos, o profissional responsável pode prescrever um tranquilizante para que o cachorro mantenha a calma.
  • Se possível, evite deixar seu cão sozinho em casa em dias que provavelmente soltarão fogos de artifício.

TEXTO RETIRADO DO SITE ABAIXO :
Leia mais: http://portaldodog.com.br/cachorros/saude/cachorro-com-medo-de-fogos-o-que-fazer/#ixzz3NUG2zPcl 
Follow us: @PortaldoDog on Twitter | portaldodog on Facebook



DECORANDO : 4 Dicas de decoração para ano novo


Para quem vai fazer uma Festa de Ano Novo sempre cai bem decorar com ideias praticas e muito brilho, para deixar seu evento ainda mais especial escolha as cores e transforme sua casa nessa virada de ano.

1.Champanhe Brilhante: Coloque Cola em Spray em volta das Garrafas de Champanhe e jogue purpurina dourada ou prateada. O resultado é um luxo.

design-tendencia-diy-ano-novo-7

2.Bolas Brilhantes: Compre bolas de seda (luminária japonêsa) em lojas de decoração, passe spray de cola em volta e jogue muita purpurina metalizada. Faça combinações de cores diferentes e pendure com um fio no teto ou em uma planta com alturas diferentes. O efeito é lindo.
design-tendencia-diy-ano-novo-10
3.Enfeites de Relógio: Que tal fazer reloginhos de papel cartão?
design-tendencia-diy-ano-novo-14
4Bexigas na parede: Encha diversos tamanhos de bexigas com cores peroladas e cole com fita dupla face na parede.
design-tendencia-diy-ano-novo-21
Gostaram? Ainda dá tempo de correr em uma loja de decoração mais perto de você e comprar papeis metálicos, cola, glitter, bexigas… e se jogar na criatividade.

Incrível de hj :A arte de recortar papel

Artista baseado em Nova York Maude Branco cria ilustrações de papel meticulosamente trabalhada. Acredite ou não, mas esses recortes de papel inspiradoras são feitos inteiramente à mão, usando apenas uma faca artesanal.
Mais informações: bravebirdpaperart.com  |  Etsy  | Facebook  (h / t: colossal )
mão-cut-paper-art-Maude-white-2-8-1mão-cut-paper-art-Maude-white-2-7mão-cut-paper-art-Maude-white-2-5mão-cut-paper-art-Maude-white-2-2mão-cut-paper-art-Maude-white-2-6-1

FONTE: Bored Panda






FOTOGUIA :IMAGENS PARA REFRESCAR SEU DIA

De Lapland para Alpes suíços e da Noruega para a Polónia, essas pegadas silenciosas da existência humana sentada em uma cama de inverno elegante podem ser encontrados em muitos lugares curiosos. Aqui está uma coleção das mais belas paisagens de inverno, animou-se com pequenas casas.
RedInverno Fairytale

Polar Night, Finland

A Little House In Snowy Forest

Stokholm, Sweden

Alps

House In The Forest

Lapland, Finland

Red House In Snowy Norway

Tromso, Norway

A Cabin In The Woods

Bergsdalen Mountains, Norway

Tirol, Austria


ESPECIAL DE ANO NOVO :Gisborne ,é uma das primeiras cidades a celebrar o Réveillon


      Gisborne, na Nova Zelândia

                                                        É uma das primeiras cidades a celebrar o Réveillon


                Gisborne, Nova Zelândia

Conhecida como uma das primeiras cidades a receber a luz do sol todos os dias e a comemorar o Réveillon antes do resto do planeta, Gisborne atrai turistas interessados nas festas badaladas de Ano Novo na Nova Zelândia.

                Gisborne, Nova Zelândia
Localizada ao leste da Ilha Norte, a cerca de 480 quilômetros de Auckland, e a 525 quilômetros da capital Wellington, a cidade com cerca de 44 mil habitantes é banhada pelo oceano Pacífico, tem praias com arrecifes que propiciam ondas incríveis para surfistas e paisagens de tirar o fôlego para complementar as celebrações.

                Gisborne, Nova Zelândia
Entre as festas programadas, a prefeitura anunciou um festival gratuito a céu aberto no estacionamento do shopping Kaiti, com música e gastronomia local no Réveillon. A festa Rhythm and Vines é outra famosa que acontece anualmente no período.

                Gisborne, na Nova Zelândia
Gisborne é uma cidade pacata e sem muito agito ao longo do ano, mas o cenário se transforma completamente em meados de dezembro. Restaurantes, cafés, hotéis e praias ficam movimentados por turistas que querem ser os primeiros a ver a chegada do próximo ano. Mesmo com a mudança de rotina, o clima é estável: Gisborne é subtropical com, na maioria das vezes, dias ensolarados e temperatura agradável.

                Gisborne, na Nova Zelândia
Para garantir a primeira posição, há ainda quem se aventure até o pico mais alto da acidentada montanha Raukumara Range, o Mount Hikurangi, a 1.754 metros acima do nível do mar e distante 137 quilômetros de Gisborne. A trilha fica em propriedade privada, por isso deve ser feita com acompanhamento de guia turístico, em uma excursão 4x4 ou a pé. Além de proporcionar a vista dos primeiros raios solares, a montanha é rodeada por diversas lendas maoris.

                Gisborne, na Nova Zelândia
Além das festas, queima de fogos e o privilégio de estar entre os primeiros a mudar de ano, Gisborne oferece diversas atrações turísticas. Entre elas, estão mergulho e snorkelling, banhos relaxantes nas águas mineralizadas da reserva Morere Hot Springs, trilhas pelo parque Eastwoodhill Arboretum e em Haurata, passeio a cavalo, pesca e a degustação de produtos locais no Inner Harbour. As opções de praias agradam tanto banhistas em busca de tranquilidade como surfistas interessados em ondas radicais. A região também é frequentada por praticantes de stand up paddle e caiaque.

                Gisborne, na Nova Zelândia

                Gisborne, na Nova Zelândia
A cidade é o local historicamente mais importante da Nova Zelândia, onde maoris e europeus se encontraram pela primeira vez. Foi no porto da cidade, na praia Kaiti, onde o capitão britânico James Cook desembarcou, em 1769. A cidade tem forte cultura nativa e a língua maori está presente diariamente na vida dos moradores, além da preservação da história da colonização nos três museus da cidade e galerias de arte. Pelas ruas, é possível ver casas e igrejas com decorações típicas em madeira e pinturas maoris.

                Gisborne, Nova Zelândia
A capital do chardonnay
As atrações de Gisborne vão além das praias e riquezas culturais: a região é uma importante produtora de vinhos na Nova Zelândia. Conhecida como a “capital do chardonnay”, a cidade tem roteiros personalizados por vinícolas-boutiques. A terra fértil e o clima compõem o ambiente ideal para o desenvolvimento de vinhos de alta qualidade. Além do tipo chardonnay, Gisborne produz gewurztraminer, viognier, pinot gris, merlot e malbec.

                Gisborne, na Nova Zelândia
Nos arredores de Gisborne
As praias ao norte de Gisborne são famosas pela água transparente e ondas para surfistas, como Wainui e Makorori. Mas é ao sul, a cerca de 80 quilômetros, que está a famosa Mahia, frequentada pelos amantes de surf em busca de adrenalina. Um dos melhores parques da Nova Zelândia para caminhadas, o Te Urewera National Park, também fica nos arredores de Gisborne.

                Gisborne, na Nova Zelândia
Outros pontos turísticos, como o histórico píer de Tolaga Bay, o Farol do Cabo Leste com vista para a costa, o Animal Krackers Pet Park, o parque Rere Rockslide também podem ser visitados no entorno da cidade.

                Gisborne, Nova Zelândia

FONTE:http://viajeaqui.abril.com.br