sábado, 5 de outubro de 2013

Bom Sabado


Vambora de hj

       Vambora-    Praia de Pirangi

O Vambora de hoje vai  para a cidade de Parnamirim, a 22 km de Natal, Rio Grande do Norte. É no município que fica a praia de Pirangi, a mais frequentada pelos turistas. Para começar o dia, a sugestão é um passeio de barco, por R$ 50/pessoa. O passeio dura duras horas e o destino são os parrachos, piscinas naturais a 800 metros da costa. Elas se formam nos arrecifes, quando a maré está baixa.
Na reserva ambiental, o visitante pode mergulhar com máscara e snorkel. O equipamento é emprestado pelas operadoras de turismo. Quem quiser também pode ir além e praticar o mergulho com cilindro. Não precisa ter experiência. Os mergulhos duram meia hora e custam R$ 120. O instrutor acompanha o turista o tempo todo. Debaixo d’água é possível ver de perto peixes e corais.
Pirangi significa rio de peixe. É no encontro dele com o mar que ficam algumas barracas onde o visitante pode experimentar um pouco da culinária local: peixe, camarão, caranguejo e até tapioca com recheio de siri. O turista não pode ir embora sem experimentar os pasteis de arraia, lagosta e caranguejo. Os pratos variam de R$ 5 a R$ 65.
Também é obrigação visitar o maior cajueiro do mundo.


Do mirante dá para se ter uma ideia do tamanho da árvore – 8.500 metros quadrados de copa. Por baixo, parecem várias árvores juntas no mesmo lugar. Os galhos do cajueiro tocam o chão, criam raízes e continuam crescendo.
Para se despedir do cajueiro, um suco de caju. E para levar pra casa, a tradicional castanha de caju, que sai de R$ 20 a R$ 35 o pacote de 1kg.












Eu ri

@[386826841440463:274:Eu Amo Viajar] igual ao itaú, feito pra você !Curta-nos ~> @[227263467307801:274:Quem não cola, não sai da escola] 
Recomendo = @[576606089028253:274:Um amor para toda a vida]Curta-nos ~> @[227263467307801:274:Quem não cola, não sai da escola] 
Recomendo = @[576606089028253:274:Um amor para toda a vida]Via: @[1391601907733064:274:Ai que burro, dá zero pra ele] kkkVia: Ai que burro, dá zero pra ele kkkVia: @[1391601907733064:274:Ai que burro, dá zero pra ele] kkk# Toda @[158699714291369:274:Aula chata dá SONO e FOME] :3Via: @[1391601907733064:274:Ai que burro, dá zero pra ele] kkkPintura à óleo por Fabiano Millani

Nerd :Faça o teste e descubra se você é o nerd da galera !


Ufa! Eu só lembrei de 6 simbolos … E você?

Links para ver enquanto espera o humor assassino de amanhã

Sincronização perfeita
Filhote de spitz alemão nadando no ar
Fazendo bonecos a partir de desenhos infantis
E se Breaking Bad fosse brasileiro?
Breaking Bad – Simpsons
Acho que alguém sentou no lugar errado…
A evolução de jogos famosos até o ano de 2013
Algumas curiosidades bem bacanas sobre os animais
-conheca-a-historia-do-urso-que-foi-membro-oficial-do-exercito-polones.htm
-urso-invade-loja-e-devora-40-quilos-de-chocolate-video-.htm
-lil-bub-gatinha-especial-e-a-mais-nova-sensacao-da-internet-galeria-.htm
-Real-ou-fake-Site-anuncia-que-NASA-fara-revelacao-historica-neste-domingo.htm
-17-coisas-bizarras-que-os-russos-estao-acostumados-a-comer.htm
-conheca-os-filhotes-de-25-animais-exoticos-e-resista-se-for-capaz-galeria-.htm
-13-dicas-de-presentes-para-quem-e-apaixonado-por-gatos.htm






















Traje elaborado: confira o inseto que passeia por aí camuflado de orquídea

Traje elaborado: confira o inseto que passeia por aí camuflado de orquídea





Que a verdade seja dita: é impossível deixar de se surpreender com a natureza! Apesar de existirem por aí incontáveis animais sinistros, também não faltam bichinhos superinteligentes, curiosos e extremamente belos. Um exemplo disso é o Hymenopus coronatus, uma espécie de louva-a-deus que se parece com uma orquídea.
Nativo da Malásia, Sumatra e Indonésia, o H. coronatus se caracteriza por contar com patinhas semelhantes a pétalas de flores. Normalmente, esses insetos apresentam uma coloração parecida à do ambiente no qual se desenvolvem. No entanto, os mais belos espécimes desse incrível louva-a-deus talvez sejam os das cores branco e rosa.

Caverna estrelada no norte da Nova Zelandia ;encanta turistas com uma luz azul-esverdeada criada por insetos que vivem na caverna

Cavernas estreladas por insetos luminosos dão show de imagens





As manifestações da natureza estão sempre nos trazendo belas surpresas. Uma delas fica no norte da Nova Zelândia, mais especificamente nas cavernas da cidade de Waitomo. Batizadas de Glowworms Caves (ou “cavernas das lagartas luminosas”), essas locações estão atraindo milhares de turistas.
A grande beleza do lugar é a sua iluminação “natural” criada por larvas de um inseto chamado Arachnocampa luminosa (um tipo de vaga-lume), que produzem uma luz azul-esverdeada e formam uma enorme população dentro das cavernas. Com isso, elas geram um visual incrível, que mais parece ao de um céu estrelado ou de uma decoração com luzes.
Waitomo Glowworm Caves New Zealand Bush Walkway
Essas larvas produzem um tipo de fio de seda repleto de uma substância bioluminescente para atrair as suas presas. No entanto, além de garantir as suas refeições, esses bichinhos atraem todos os dias muita gente atrás do belo espetáculo que elas produzem. Confira abaixo mais imagens.
Waitomo Glowworm Caves New Zealand boat Waitomo Glowworm Caves New Zealand Boat Ride
Waitomo Glowworm Caves New Zealand Formations Waitomo Glowworm Caves New Zealand Family
Waitomo Glowworm Caves New Zealand Glowworm Threads
Waitomo Glowworm Caves New Zealand visitors Waitomo Glowworm Caves New Zealand Formations in Cave
Waitomo Glowworm Caves New Zealand Glowworms
Waitomo Glowworm Caves New Zealand Glowworm Boat Trip Waitomo Glowworm Caves New Zealand Tomo


Dormir tarde ou acordar cedo: o que traz mais benefícios para a sua saúde?

Dormir tarde ou acordar cedo: o que traz mais benefícios para a sua saúde?Fonte da imagem:Reprodução/Shutterstock





Existem as pessoas noturnas, que preferem ficar acordadas por mais tempo já que seu trabalho costuma render noite adentro, e as pessoas matinais, que acordam cedinho com um pique de dar inveja e se desdobram para aproveitar bem o dia. E você: faz parte de algum desses grupos?
Observando esses tipos de comportamento com relação ao sono, pesquisadores alemães dividiram as pessoas em três cronótipos: os indivíduos que acordam cedo (matinais), os que dormem tarde (noturnos) e os que oscilam entre os dois padrões. De acordo com o New Scientist, cerca de 10% das pessoas se encaixam na categoria matinal e 20% podem ser consideradas noturnas. O restante dos indivíduos varia entre essas classificações e tem seu cronótipo considerado intermediário.


Curiosamente, o que os pesquisadores descobriram é que mudanças estruturais no cérebro das pessoas podem indicar as diferenças entre os que despertam antes do sol nascer e aqueles que só se deitam depois do Corujão. A má notícia é que, mesmo que os indivíduos noturnos tenham melhores resultados durante a noite, pode ser que seus hábitos tragam alguns prejuízos para a saúde.

Os resultados

Estudos anteriores sugeriram que os noturnos têm um sono pior, sentem mais cansaço durante o dia e consomem maiores quantidades de tabaco e álcool. Outros ainda acreditam que essas pessoas sofrem com a descompensação horária, também conhecida como jet lag.
Na nova pesquisa, a cientista Jessica Rosenberg, da RWTH Aachen University, na Alemanha, buscou verificar as diferenças entre os cronótipos no organismo das pessoas. Para isso, ela e sua equipe escanearam o cérebro de 16 pessoas matinais, 23 noturnas e 20 intermediárias.

As análises mostraram que os indivíduos de comportamento noturno apresentavam uma redução na integridade da massa branca – o tecido cerebral que é formado por um isolante que acelera a transmissão de sinais nervosos – em áreas associadas à depressão, o que pode aumentar o risco de surgimento dessa doença.
“Acreditamos que isso possa ser causado pelo fato de que os noturnos sofrem permanentemente com essa descompensação horária”, explica a pesquisadora, que ressalta que é preciso seguir com os estudos para confirmar os resultados encontrados. Enquanto novas pesquisas não são realizadas, os cientistas acreditam que o melhor é conciliar uma rotina de trabalho e estudos que não atrapalhe os hábitos do sono de cada um.

Arquitetura une design e natureza em hotel com jardins suspensos [galeria]

Arquitetura une design e natureza em hotel com jardins suspensos [galeria]

 

Em meio à modernidade de Cingapura, o estabelecimento ainda conta com piscinas, quedas de água, terraços e paredes vivas.

Qualquer semelhança com os Jardins Suspensos da Babilônia não é mera coincidência, de acordo com o site Architizer. De fato, o prédio do PARKROYAL Hotel, em Cingapura, impressiona turistas que não esperam encontrar uma construção cercada por vegetação em um cenário de encher os olhos.
Com uma área total de 15 mil metros quadrados, o hotel conta com jardins suspensos, piscinas, quedas de água, terraços, corredores a céu aberto, orquidários e paredes vivas em um lugar que atrai visitantes – assim como alguns pássaros e insetos – e incentiva a biodiversidade bem no coração da cidade.
WOHA

Detalhes do projeto

O site Design Boom informa que o projeto do hotel é assinado pela renomada WOHA Architects, uma empresa também baseada em Cingapura. A arquitetura do estabelecimento ganhou destaque por surpreender seus hóspedes com lindos jardins que brotam de cada uma das janelas em quartos naturalmente iluminados que estão a uma altura de 10 andares. Além chamar a atenção pela fachada suntuosa adornada por plantas, folhagens e flores, a base da construção ainda apresenta camadas de concreto que criam ondas e trazem movimento para o prédio.
Localizado na Upper Pickering Street, esse lindo jardim que parece que foi construído para abrigar o hotel prova que é possível unir a natureza e a arquitetura em um projeto que conserva o meio ambiente e ainda promove a sustentabilidade através do uso consciente da água e da energia elétrica.

PARKROYAL on Pickering Hotel - Singapore 1PARKROYAL on Pickering Hotel - Singapore 14PARKROYAL on Pickering Hotel - Singapore 4PARKROYAL on Pickering Hotel - Singapore 2PARKROYAL on Pickering Hotel - Singapore 3


FonteDesign BoomInhabitatArchitizerPARKROYAL Hotel
http://www.megacurioso.com.br/