sábado, 17 de agosto de 2013

Zoo chinês "falsifica" leão e exibe cachorro no lugar do Rei da Selva

Zoo chinês "falsifica" leão e exibe cachorro no lugar do Rei da Selva





Um Zoológico chinês tem feito muito sucesso na internet. Mas talvez não da forma com o diretor do local gostaria. Situado no Parque do Povo, na China, o zoo tem sido alvo de denúncias por apresentar animais que não são os anunciados e, pior ainda, cobrar US$ 2,45 (cerca de R$ 5,70) pelo ingresso.
Entre as “falsificações” promovidas pelo zoo estavam ratos em vez de cobras e raposas no lugar de leopardos. Mas a troca que causou mais revolta foi ao leão africano: o Rei da Selva acabou sendo substituído por um cachorro da raça mastim tibetano, animal de grande porte e que possui uma bela juba, mas não convence como felino. A farsa foi revelada quando o bicho latiu em frente aos visitantes.
"Leão" do zoológico da cidade de Luohe é, na verdade, um mastim tibetano Fonte da imagem: Sina Weibo
Em entrevista para diversos veículos da mídia internacional, um administrador do zoológico afirmou que o ponto turístico possui mesmo um leão, mas que ele se encontra isolado para fins de reprodução. O responsável também disse que a placa da jaula será substituída em breve.
De acordo com reportagem da Folha, o Ministério da Habitação e Desenvolvimento Rural e Urbano da China emitiu, em 2010, um documento proibindo a operação de zoológicos privados. Porém, a pena para esses casos não chegou a ser especificada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário